18.1.08

joe sacco


Já terminei há uns tempos o "Safe Area Gorazde" do Joe Sacco, e não o queria deixar em branco: é um dos livros da minha vida.
Joe Sacco é muito inovador no que faz, conta histórias reais em banda desenhada. Não inventa personagens, não inventa situações, toda a gente já sabe que a realidade é bem mais macabra e bizarra que a ficção que caracterizou os inícios da BD.
Já tinha lido Palestine e sentido a mesma coisa. Que é transmitida a história sem qualquer parcialidade, Joe Sacco lida com ambos os lados do confronto e assim vemos como todos somos humanos, manipuláveis, e terríveis.
Este em particular chocou-me por saber tão pouco sobre uma história recente. Os manuais de história deveriam ser assim. Este livro é cheio de ironia, heróis, humor e lágrimas. Li coisas impensáveis, a atitude do ocidente frente a um genocidio sendo uma delas.

Aconselhávelíssimo.

3 comentários:

ana disse...

um dia, todas as histórias serão contadas assim. ainda não li o safe area gorazde, mas já li o palestine e também me marcou.

já leste o "maus", de art spiegelman?

cursed eyes disse...

olá ana!
sabes, acho que quando leres este será ainda mais marcante. a história da palestina está constantemente a ser notícia. os campos de concentração nazi também têm mais badalagem mediática do que os campos cambodjanos, ou genocídios no ruanda ou na bosnia. e por mais horrendas que sejam as histórias que lemos em maus, são previsíveis porque quase as podemos adivinhar de ouvir tantas outras parecidas.
com safe area gorazde tudo era novo e tremendo, por isso foi ainda mais marcante que maus, que palestine, e por isso gostava que toda a gente lesse. estas coisas aconteceram há dez anos atrás e nem nos lembrámos delas...

RiSo disse...

Reservado para maio :)