20.1.09

a mercearia

há uma semanas vim parar a este sítio. acontece que a minha colega de trabalho vive acima desta mercearia, que é gerida pelos pais.
é uma das poucas mercearias assim da cidade. balança de pesos, armários de madeira e frutos secos avulso.

a mota para levar as encomendas aos clientes...
vão sair de lá em breve, mudar de casa, os pais estão cansados...naquela praça há um prédio habitado.



enquanto descíamos a rua de souto, a a. dizia-me que em toda a rua de souto, vivia uma pessoa. uma.
a rua que achava que tinha mais vida do centro histórico, afinal, só tem uma.



e é tão triste olhar para as fachadas daquelas casas e achá-las tão lindas e depois pensar que dificultam tanto torná-las vivíveis.
quem me dera viver por aqueles lados.



enfim...está a ser o destino dos centros das cidades. é triste.







3 comentários:

Neftos disse...

uma mercearia das antigas.
há muito tempo que não via uma assim.

JoaoG disse...

Bonito post, bem ao teu estilo Jo
Em Lx ainda há algumas, mas tb me parece que em breve, não haverá mtas mais

Joana disse...

@neftos em braga ainda há umas lojas assim. se desceres esta rua que falo, a rua do souto, ainda vês sapateiros, artesãos sacros, barbeiros, tudo de porta aberta. na minha lista compromete-me a fotografá-los, mas tenho vergonha...:x

@joaog pois joão. uma pena.