16.4.10

da terra

no sítio de onde eu venho, não muito longe do centro da vila, ainda há animais a pastar e gente que os mata para comer. directamente da terra. no sítio de onde eu venho, a maior parte das pessoas prefere ir comprar ao supermercado produtos que vêm de longe e sabe-se lá de condições, quando têm o equivalente mesmo ali ao lado. bem mais fresquinho, com mais qualidade, sem etiquetas bio, mas com todas as condições e mais algumas para o ser.

em plena mudança de hábitos, debato-me com estas questões, leio e reflicto sobre os hábitos alimentares mais deliciosos e melhores, para mim, e para o ambiente. há-de haver um ponto médio em que todos fiquem contentes, cá eu não sou muito de extremismos.

2 comentários:

Alexandre disse...

Adorei as fotos!

Reflexão interessante: vale a pena ler o que se anda a passar na suécia e nessa espécie de regresso ao passado que eles estão a viver...

Avançamos com a horta?

joui disse...

avançamos!
estás a falar da horta na minha varanda, certo?