5.5.10

inté minho

olá, escrevo já desde bratislava, no meu segundo dia na república da eslováquia.

escrevo para contar como foi o meu último fim de semana em portugal.













fui com o o meu monhé até ao minho profundo, até germil. o que começou por ser uma prenda de aniversário ganhou o cunho de despedida do espaço e das pessoas.

foi difícil lá chegar, mas engraçado. fizémos vídeos pelos caminhos, pelas couves, pelos cafés centrais, pelas vacas e pelas velhas de trouxas à cabeça.

tudo estava soalheiro e verde. a casa era bonita e era nossa. respirei ar puro e vim para cá de pulmões cheios e limpos.

quando regressei tive a melhor despedida. atenciosa e com todos. chorei muito, até me sentir parva e exagerada. agradeço assim a todos. mesmo mesmo, não esqueço isso e fiquei mesmo comovida.

obrigada.

meu monhé, lamento o teu dia de anos ser mais meu do que teu, outros virão em que poderei compensar.

esperem posts mais cinzentos, mas não menos emotivos.

2 comentários:

joui disse...

lindas fotos, jo. muito mesmo.
e uma boa despedida do nosso minho.

Senhorita Desabafo disse...

Olá, Nossa essa sua viagem a portugal pareceu ser muito legal!
Eu já passei por lá, mas rapidinho !
Beijos