13.3.08

trouxe o meu caderno para aqui porque estive a desenhar. depois descobri uma coisa que tinha escrito em dezembro, chamava-se o estado da arte, e foi um registo de quem achava que aqueles eram os primeiros dias do resto da vida.
três meses depois, mudava algumas coisas, não muitas. os meus amores continuam igualmente fortes, os meus desamores também. continuo a gostar de guylian.
tenho de sair
não o vou escrever
mas é boa ideia de se fazer
de vez em quando
o estado da nossa arte

1 comentário:

joui disse...

j'ai peur