21.3.09

visita relâmpago

foi-se embora tão de repente como veio
mas ainda tivemos tempo de passear e de respirar o ar pré-primaveril, e aproveitar esta luz que ele não tem lá

fomos até ao gerês e passeámos nas calmas por volta da milha xxvi da geira romana, com os cenários tão típicos da região

o milho a secar num espigueiro

os locais a tomar conta das colmeias. ficámos a saber que cada caixote daqueles pode produzir até 6-8l de mel. e depois fugimos quando uma abelha ficou presa no cabelo do zvo e ele desatou aos pinotes para tentar sacudi-la

vimos um sardão. o zvo costumava apanhá-los e torturá-los e diz que eles atacam mulheres. ele estava a olhar para mim de canto, mas eu gostei das tatuagens dele. é um ménão, este.

apesar da vegetação, o sol bate forte aqui. se continuássemos, iríamos dar a algures perto da mata da albergaria, mas voltámos para trás.

e o meu novo fetiche fotográfico são as árvores.

e lá se foi o fim de semana e, com ele, o zvo. e eu acabo de reparar que verduras e montes e natureza têm sido temas recorrentes nos meus posts. porque têm sido os meus momentos que mais valem a pena contar?

ainda bem que chegou a primavera...